As doenças oculares surgem de acordo com cada região dos olhos

As doenças oculares surgem de acordo com cada região dos olhos

DOENÇAS DO SEGMENTO ANTERIOR:

(onde estão localizados esclera, córnea, íris, corpo ciliar, humor aquoso e cristalino)

Astigmatismo: deficiência visual que faz com que a imagem seja formada com vários focos.

Catarata: quando a lente interna do olho (o cristalino) fica opaca. Nestes casos, as pessoas ficam com a visão nublada.

Ceratocone: doença caracterizada por um afinamento e deformação progressiva da córnea, favorecendo o aparecimento de miopia e alto grau de astigmatismo e acentuada perda da capacidade visual.

Glaucoma: lesão do nervo óptico ocasionada por uma pressão intraocular alta.

Hipermetropia: dificuldade de enxergar de perto.

Miopia: dificuldade de enxergar objetos que estão longe.

DOENÇAS DO SEGMENTO POSTERIOR:

(onde estão localizados coroide, membrana de Bruch, humor vítreo e retina)

Buraco macular: doença em que um “buraco” se desenvolve na mácula (localizada no centro da retina), causando diminuição visual.

Degeneração macular: doença degenerativa da retina que leva à perde progressiva da visão central.

Retinopatia diabética: caracterizada por uma lesão na retina causada pelas complicações do diabetes mellitus. É uma importante causa da cegueira.

Descolamento de retina: acontece quando parte ou toda a retina se descola da parte de trás do olho.

Uveítes: inflamação intraocular que compromete total ou parcialmente a úvea (íris, o corpo ciliar e a coroide).

 

DOENÇAS RELACIONADAS ÀS DEFORMIDADES E ANORMALIDADES DAS PÁLPEBRAS E DO SISTEMA LACRIMAL

Vários tipos de tumores benignos e malignos podem afetar esta região:

Blefaroespasmo: piscar involuntário das pálpebras

Dermatocálase: excesso de pele na pálpebra.

Ectrópio: pálpebra virada para fora.

Entrópio: pálpebra virada para dentro.

Ptose palpebral: pálpebra caída.

Tumores palpebrais: é comum o surgimento de tumores na região das pálpebras.

 

ESPECIALISTAS QUE TRATAM O SISTEMA VISUAL COMO UM TODO

Neuroftalmologista: trata doenças oculares ligadas a alterações no nervo óptico e movimentação ocular ligada ao comando cerebral.

Oncologia ocular: trata tumores que aparecem, primeiramente, no globo ocular ou conjuntiva, pálpebras e glândulas.

Fonte: Revista Veja Bem – Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) (http://www.cbo.net.br/novo/publicacoes/revista_vejabem_12.pdf)

Responder

Seu endereço de e-mail não será publicado.